Ocorreu um erro ao tentar enviar sua mensagem Verifique sua conexão de intenet e tente novamente, caso persista, mande um e-mail para contato@ipplan.org.br

Mensagem enviada com sucesso! Agradecemos o seu interesse. O mais breve possível entraremos em contato.

Artigos

Queremos compartilhar o que temos produzido

VOLTAR

Financiamento de Projetos Públicos

As necessidades de um município vão além das condições básicas de saúde, educação e saneamento. Isso significa que é necessário investir em ideias inovadoras que tragam soluções efetivas para as áreas de gestão, TI, mobilidade, entre outras.

Essas soluções ou projetos muitas vezes não estão previstos no orçamento e possuem alto custo de investimento, o que direciona o município a recorrer às parcerias com organizações privadas ou às fontes de financiamento que o governo disponibiliza.

No Brasil os principais financiadores são o BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social e o BRDE – Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul. Os bancos de investimentos tanto nacionais como internacionais possuem critérios rígidos de avaliação dos projetos que se baseiam nas metodologias usadas para o setor privado.

A intenção é fortalecer a administração municipal e garantir o retorno do investimento sem causar endividamentos desajustados no futuro.

Para liberação dos recursos, os projetos são avaliados segundo critérios rigorosos de qualidade e são submetidos a um processo burocrático com muitas restrições e exigências. Em sua execução as exigências de contrapartidas financeiras e o complexo processo de prestação de contas muitas vezes são barreiras para os municípios, dificultando a aderência dos gestores à captação destes recursos.

Diante desse cenário, o IPPLAN desenvolve atividades de apoio aos municípios, contribuindo na elaboração de projetos e no atendimento dos requisitos exigidos para liberação dos recursos.

O IPPLAN estuda, planeja e elabora projetos que visam o melhor aproveitamento do potencial de arrecadação, a redução da dependência das transferências intergovernamentais e melhorias nos processos de gestão, com aplicação de novas tecnologias de informação e 
capacitação dos servidores públicos.

Crédito: Artigo publicado no Jornal O Vale, 25/10/2014.

Larissa Gonçalez Quaresma

Gestora de Projetos

Veja também