Ocorreu um erro ao tentar enviar sua mensagem Verifique sua conexão de intenet e tente novamente, caso persista, mande um e-mail para contato@ipplan.org.br

Mensagem enviada com sucesso! Agradecemos o seu interesse. O mais breve possível entraremos em contato.

Artigos

Queremos compartilhar o que temos produzido

VOLTAR

Toda cidade tem que ter um sonho

O evento “São José 2030”, realizado no último dia 18, foi um convite a pensar o futuro das cidades, em especial o de São José dos Campos. Conduzido pelo tema da mobilidade urbana, o idealizador da iniciativa, engenheiro Ozires Silva, convidou os participantes a olhar para o futuro, sem deixar que os problemas do presente impeçam de “pensar grande”. A Prefeitura Municipal apresentou o instrumento de planejamento do futuro da mobilidade da cidade, o Plano Diretor de Mobilidade Urbana, que busca a equidade na utilização dos espaços urbanos.

O Ipplan deu sua contribuição apresentando projetos já elaborados para São José dos Campos e reafirmando que o propósito da instituição é de “construir o futuro das cidades para as pessoas”. O objetivo é planejar nas diferentes escalas da cidade com empatia, ou seja, se colocando no lugar do cidadão, buscando conciliar os pensamentos analítico e empático na elaboração dos projetos. Representado pelo analista de projetos Guilherme Rosa, o Instituto propôs aos presentes que pensem no fio condutor do município rumo a 2030 e destacou que é necessário fazer uma reflexão sobre os futuros possíveis e delinear o futuro desejável a partir de cenários amparados em diálogo social.

A fala inspiradora do arquiteto e urbanista Jaime Lerner encerrou a terceira edição do evento. Ele defendeu um crescimento consciente da cidade, integrado à mobilidade urbana, sem esquecer a sócio diversidade e a valorização das características culturais locais. Lerner pontuou ainda que cada cidade tem seu fio condutor, seu desenho, sua estrutura.

Fica agora a reflexão: Qual é o fio condutor de São José dos Campos ... qual é o nosso sonho? Precisamos ter um cenário, uma ideia, uma proposta pactuada por toda a sociedade, para que todos caminhem no mesmo sentido e a ajudem a concretizá-la. Após este seminário nossa missão está posta, temos que unir a sociedade à procura do nosso diferencial enquanto cidade.

Crédito: Artigo publicado no Jornal O Vale, 29/03/2015

Lívia Toledo

Gestora de Projetos

Veja também